Como proteger sua senha do Wi-Fi com dicas infalíveis.

Configurar incorretamente o seu roteador Wi-Fi pode se tornar um pesadelo caso você tenha vizinhos ou amigos que saibam como “invadir” o seu acesso.

A internet sem fio se tornou tão importante quanto a eletricidade ou gás e nos dias de hoje, seus colegas, provavelmente, irão pedir pra fazer login na sua rede Wi-Fi antes de pedir uma bebida. O que você não sabe é que o seu roteador é uma porta de entrada para hackers, ou seja, ser diligente neste quesito é garantir sua proteção.

Depois que o roteador é configurado, rapidamente passa a ser esquecido – a menos que a Internet falhe repentinamente ou haja um problema. Saiba que se você negligencia o tema da segurança do roteador, está colocando em risco toda a sua rede doméstica. Hackers podem explorar vulnerabilidades para infectar computadores conectados a eles, smartphones ou dispositivos domésticos inteligentes e adicioná-los a uma rede bot, por exemplo. Dessa forma, as redes domésticas tornam-se spam e invasores de vírus ou o ponto de partida para fraudes de telefone e Internet sem o conhecimento do proprietário.

Sendo assim, aqui estão 05 dicas de segurança que todo usuário deve seguir ao configurar sua rede doméstica:

Troque seu login e senha do roteador

Cada roteador vem com uma combinação de nome de usuário / senha padrão para o painel de administração. É assim que você loga na primeira vez que você configura o roteador. O nome de usuário e a senha também serão revertidos para seus padrões sempre que você redefinir o roteador para as configurações de fábrica.

Pode parecer complicado, mas não é. Para trocar sua senha você pode precisar dos IPs 192.168.0.1 e 192.168.1.1 – para descobrir seu IP, basta acessar sua Central de Rede e Compartilhamento e clicar na conexão de rede de internet. Em seguida procurar por Gateway Padrão IPv4.

Desligue o acesso remoto

Por exemplo, muitos roteadores oferecem a conexão de discos rígidos conectados à Internet. Esse recurso prático pode ser um ponto de ataque e deve ser desativado no menu de configurações, bem como quaisquer recursos não utilizados de um roteador. Outra alternativa consiste em bloquear o acesso ao roteador por meio de protocolos de Telnet ou SSH.

Altere o nome da rede

Os usuários devem fornecer à WLAN um novo nome de rede (SSID), pois o padrão geralmente contém o nome do fabricante e o tipo de dispositivo, que podem ser explorados por usuários não autorizados. O novo SSID não deve ter relação com o proprietário da conexão com a Internet, portanto, nenhum nome ou sobrenome, ruas, local ou similares incluídos.

Esconda a rede Wi-Fi

É possível deixar o nome da sua rede invisível, ou seja, ninguém consegue descobrir que sua rede está disponível. O identificador do conjunto de serviços (SSID) é uma das configurações de rede Wi-Fi mais básicas. Embora não pareça que o nome da rede possa comprometer a segurança, certamente pode. Usar um SSID muito comum, como “sem fio” ou o seu nome padrão, pode facilitar a quebra do modo pessoal de segurança WPA ou WPA2.  Usando um desses apenas faz o trabalho do hacker mais fácil.

Ativar o Firewall do roteador

Um firewall examina os dados da rede de entrada e bloqueia tudo que é considerado inseguro. A maioria dos roteadores tem algum tipo de recurso de firewall integrado que compara partes de todos os dados da rede de entrada com um banco de dados e só permite que ele passe no teste.

Agora você já sabe como é fácil manter seu roteador seguro!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *