11 dicas impressionantes de especialistas em E-commerce

No mundo atual do comércio eletrônico, existem dezenas de maneiras de escalar.

Enquanto algumas empresas se concentram em itens de alta renda, outras se concentram em dominar categorias de produtos muito específicos, e nenhuma delas é necessariamente certa ou errada.

Falei com 13 empresários do e-commerce para encontrar suas melhores respostas. Estas são as dicas que podem ajudar a revolucionar sua estratégia de comércio eletrônico.

Dica 1: pense como um cliente

Katie Melissa é uma especialista em comércio eletrônico que se concentra em categorias de produtos como relógios e óculos de sol. Ela faz dropshipping de muitos de seus produtos e tem um olho para um bom design.

Melissa diz que você precisa se treinar para pensar como um consumidor, porque não importa o que você gosta – importa o que o cliente vai gostar. Ela acrescenta que você deve criar seu inventário em torno do que está vendendo, para que você não tenha um backlog de pedidos não cumpridos.

Melissa recomenda utilizar o Hurrify, um plugin do Shopify que cria um senso de urgência.

Dica 2: interligue seu e-mail e rede social.

Frank Hatchett é o homem por trás do Online Dimes, um recurso incrível para empreendedores que buscam entender as principais estratégias de crescimento do comércio eletrônico.

Ele também dirige um enorme grupo de 20.000 pessoas no Facebook, o Online Samurais, que explora todas as facetas do marketing on-line – incluindo como as pessoas ganham dinheiro distribuindo produtos gratuitos.

Sua dica para os empresários do e-commerce é a segmentação cruzada por meio do Facebook e do e-mail. Quando você pode entrelaçar o e-mail e a rede social, muitas vezes você é capaz de ter uma taxa de conversão mais alta.

Por exemplo, quando você está segmentando tráfego frio no Facebook, é necessário ter uma opção de redirecionamento configurada para que as pessoas possam se familiarizar com sua empresa.

Ele sugere o uso do Connectio, que permite automatizar e otimizar sua publicidade no Facebook.

Dica 3: aprenda fazendo.

Richard Lazazzera é um ex-membro da equipe de crescimento da Shopify e agora administra a Better Lemonade Stand, um dos recursos mais populares para os empreendedores de e-commerce atualmente.

Ele também ensina empresários através de seu programa, Build Launch Grow.

Ele se concentra em aprender fazendo. Muitos empreendedores iniciantes pensam muito antes de começar. O fracasso cria a oportunidade de aprender e cada falha é um passo à frente.

Dica 4: maximize o e-mail para converter clientes.

Susan Bradley é uma empreendedora de e-commerce experiente que aprendeu a escalabilidade através de sua loja, a Wee Squeak. Ela também dirige o The Social Sales Girls, um programa que ensina e-commerce.

Bradley defende a utilização de e-mail para converter clientes. A geração de leads é uma parte crucial da estratégia de e-mail e, para impulsionar sua lista de e-mails, geralmente é bom usar ímãs de lead.

Ela recomenda o uso do Infusionsoft, uma ferramenta chave de automação para pequenas empresas que desejam crescer.

Dica 5: use (e maximize) uma abordagem de funil.

Terry Arsenault dirige algumas lojas de comércio eletrônico (como a Leafwood) enquanto lidera uma agência de marketing digital, a Shopidd. Ele também iniciou o Shopify Ecommerce Group no Facebook, que tem mais de 10.000 membros.

Dan Dasilva é um empresário de comércio eletrônico que administra o Ecom Dudes, um dos melhores recursos de comércio eletrônico on-line de hoje. Ele administrou várias lojas e agora treina mais de 4.000 alunos através de seus programas.

Arsenault e Dasilva dizem que é importante para os empreendedores do comércio eletrônico adotarem uma abordagem de funil, o que significa que você precisa saber quem é seu avatar de cliente, mapear seu funil e subir sua escada de valor para fazer uma venda. Muito poucos clientes farão uma compra na primeira interação com sua marca.

Arsenault recomenda usar Shoelace, um plugin do Shopify que se concentra em anúncios redirecionados. Dasilva sugere o uso de TriFunnels, que facilita o mapeamento e a criação de funis.

Dica 6: encontre um sistema de back-end que possa crescer com você.

John Hutchison dirige o Ecom Convert, bem como alguns aplicativos do Shopify, como o Trackify. Sua especialidade está na criação de funil e otimização de conversão.

Hutchison recomenda que os empreendedores encontrem um sistema back-end que possa crescer com eles. Você também precisa se concentrar em conversões. Depois de conseguir um cliente, descubra como você pode ganhar mais dinheiro com esse cliente.

Hutchison sugere o uso do Klavyio, uma plataforma de e-mail marketing.

Dica 7: mapeie a jornada de um cliente.

Catherine Howell dirige uma das principais agências de criação de funis, a Eight Loop Social, enquanto ela também administra um incrível grupo de hack de anúncios do Facebook.

Howell diz que você deve mapear a jornada de um cliente desde a primeira vez que ele vê seu produto até o e-mail que recebe depois de concluir uma compra. Conhecer os pontos de contato de sua marca será essencial para o sucesso.

Ela recomenda o uso do Shoelace, um aplicativo do Shopify que facilita o redirecionamento no Facebook e no Instagram.

Dica 8: encontre o ajuste certo de produto e mercado.

Dave Hermansen é um dos fundadores do Store Coach, um programa que ajuda as pessoas a iniciar suas próprias lojas online.

Ele também criou várias lojas de comércio eletrônico, vendendo mais de US$ 200.000,00 via Flippa. Ele também administra o grupo Store Coach no Facebook.

O conselho que o Store Coach dá a muitos de seus alunos gira em torno de encontrar um nicho vencedor. Isso significa que você precisa encontrar um produto e um ajuste de mercado que converta bem.

Eles também enfatizam a venda de itens mais caros, já que é mais difícil fazer volume de vendas. Se você vende alguns itens de ticket mais altos por mês, nem sempre precisa vender tanto.

Hermansen recomenda o uso do SEMrush, uma ferramenta para entender o panorama SEO das suas palavras-chave.

Dica 9: sempre fique atualizado.

Sebastian Gomez é um dos principais especialistas em comércio eletrônico do mundo e enfoca o dropshipping.

Sua dica principal? Sempre fique atualizado. Você não pode simplesmente definir um anúncio e não otimizá-lo. Sebastian verifica seus anúncios ao longo do dia e otimiza os que não estão funcionando. Isso permite que ele seja escalado rapidamente.

Ele recomendou o uso do TrustMSG, uma ferramenta que envia mensagens às pessoas que comentam sobre seus anúncios no Facebook.

Dica 10: use anúncios em vídeo no Facebook.

Lawrence Aponte tem uma história incrível, que o ajuda a inspirar os outros através de seu próprio programa de coaching.

Lawrence se concentra em como os anúncios em vídeo estão assumindo e garante que todos os seus alunos utilizem anúncios em vídeo no Facebook. Em seguida, ele recomenda que os empreendedores do e-commerce redirecionem as pessoas que interagiram com esses anúncios em vídeo por meio de imagens exclusivas de produtos.

Ele sugere que as pessoas usem o App Shopify quando o dropshipping facilitar o gerenciamento de pedidos e a integração de produtos.

Dica 11: teste os anúncios que obrigam as pessoas a comprar.

Anthony Mastellone é um empresário de comércio eletrônico que se concentra na criação de ferramentas de software que facilitam a vida do proprietário da loja.

Ele treina as pessoas no Shopify através de seu grupo no Facebook.

Sua principal dica para os aspirantes a empreendedores do comércio eletrônico é testar anúncios que obriguem as pessoas a fazer uma compra.

Isso pode significar criar urgência com um anúncio ou parceria com um influenciador que impulsione seu produto. Ele também diz que nunca termina um relacionamento com o cliente, e é por isso que você deve estar vendendo mais e vendendo de forma cruzada seus clientes existentes.

Ele recomenda ter uma ferramenta que permita um upsell de um clique como o Zipify.

Conclusão

A noção subjacente ao falar com os especialistas acima resultou do foco. Eles encontram o que funciona e gastam a maior parte do tempo otimizando isso.

Com tantas possibilidades de produtos para vender e aplicativos para usar, você precisa descobrir o que funciona para o seu negócio, não outros.

Concentrando-se em conversões, mapeando seu funil e usando as ferramentas certas, você logo estará no caminho certo para o sucesso como empresário de comércio eletrônico.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *